Scroll Top

Sobre o Bolsa Família

Homem tem direito ao Bolsa Família? Quem pode se cadastrar? Quais os tipos de benefícios?

O Bolsa Família foi criado em 2003, durante o governo Lula, sendo a junção de outros programas sociais já existentes no governo Fernando Henrique Cardoso, como o Bolsa Escola, o Cadastro Único do Governo Federal, o Bolsa Alimentação e o Programa Auxílio-Gás. Nos últimos anos houve um significativo aumento na procura pelo auxílio, uma vez que muitos ficaram desempregados e passaram a fazer parte do grupo de necessitados.

Quem pode se cadastrar no Bolsa Família?

O programa é destinado a pessoas que estejam na faixa da pobreza ou da extrema pobreza e que tenham cadastro no Cadastro Único do Governo Federal. Eles são classificados de acordo com as próprias necessidades e recebem valores diferentes. Veja a seguir o que qualifica uma pessoa para se tornar beneficiária do Bolsa Família 2020:

  • Extrema pobreza – Famílias que recebem renda mensal de até R$ 89,00 por pessoa.
  • *Pobreza – Famílias que recebem renda mensal entre R$ 89,00 e R$ 178,00 por pessoa.

*Famílias pobres podem participar do programa apenas se tiverem em seu núcleo crianças ou adolescentes de 0 a 17 anos.

Outras matérias importantes, confira logo abaixo:

Kit TV digital Bolsa Família

Confira a lista completa dos beneficiários do Bolsa Família

Quais são os tipos de benefícios oferecidos pelo Bolsa Família?

Como já dito antes, cada família beneficiada pelo Bolsa Família recebe um valor diferente, referente às necessidades apresentadas. A quantidade pode ser definida pelo governo varia de acordo com o número de integrantes da família. Se o seu núcleo está dentro da faixa da pobreza ou da extrema pobreza, veja os benefícios às quais você teria acesso:

  • Benefício Básico – concedido a famílias em situação de extrema pobreza. O valor dado é de R$ 89,00 por família.
  • Benefício variável – Destinado a famílias pobres ou extremamente pobres que tenham: gestantes, mulheres que amamentam ou crianças entre 0 e 15 anos. O valor é de R$ 41,00 por cada pessoa nessas condições citadas acima, podendo ser acumulado o valor de até cinco benefícios (ou seja, R$ 205,00).
  • Benefício variável jovem – Destinado a famílias que contenham jovens entre 16 e 17 anos em sua composição. O benefício recebido tem o valor de R$ 48,00 e cada família pode acumular até 2, recebendo o valor de R$ 96,00.
  • Benefício para superação da extrema pobreza – Esse benefício é destinado apenas para família na faixa da extrema pobreza e o valor do benefício varia de acordo com a situação e a renda de cada uma que será avaliada.

Requisitos para manter o benefício

Se tornar beneficiário do Bolsa Família pode ser até mesmo fácil, de certa forma, caso sua família atenda aos requisitos mínimos de renda. Manter o benefício, por outro lado, exige uma série de cuidados a serem tomados. O governo quer garantir que a população tenha muito mais do que acesso à alimentação, também se certificando que os cidadãos farão uso do que há disponível gratuitamente: educação, saúde e assistência social. Veja a lista das exigências:

  • Participar ativamente de todas as palestras e atividades socioeducativas indicadas.
  • Manter o cadastro atualizado na prefeitura a cada, no máximo, dois anos. Indicar também qualquer mudança de endereço, telefone ou de composição familiar (nascimentos, mortes, casamentos, adoções e afins).
  • Em relação às crianças de 0 a 7 anos – Cartão de vacinação em dia.
  • Em relação às crianças e adolescentes até 16 anos – Frequência igual ou superior a 85% na escola.
  • Em relação aos adolescentes acima de dezesseis anos – Frequência igual ou superior a 75% na escola.
  • Em relação às gestantes – frequência nas consultas pré-natais, com datas determinadas pelo Ministério da Saúde.
  • Em relação às mulheres de 14 a 44 anos – Frequência em consultas para a saúde da mulher.

Homem pode receber Bolsa Família?

Homem tem direito ao Bolsa Família

Homem tem direito ao Bolsa Família

Homens podem receber Bolsa Família, desde que estejam em famílias classificadas como extremamente pobres. Ainda assim, tal como mulheres que não estejam grávidas ou amamentando, eles não recebem o benefício por si. Caso sejam pais solteiros, podem requerer os benefícios por seus filhos.

Esse texto te ajudou? Então comente e compartilhe com seus amigos para que eles saibam mais a respeito do programa.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.